ptenites
 

O BI É NOSSO

TAUBATÉ FUNVIC REPETE VITÓRIA SOBRE O SADA E CONQUISTA A SUPERCOPA 2020

Em jogo muito equilibrado, Taubaté bate o Sada Cruzeiro por 3 sets a 2 e celebra seu segundo título da temporada 2020/2021

Bicampeão! Esse foi o grito entoado no ginásio Guanandizão, em Campo Grande-MS pelos atletas do EMS Taubaté Funvic, que na noite desta sexta-feira, 30/10, conquistaram o título da Supercopa Masculina de Vôlei 2020.

No jogo que reúne os últimos campeões da Superliga e da Copa Brasil, o Taubaté derrotou o rival Sada Cruzeiro (MG) por 3 sets a 2 (parciais de 19x25, 25x21, 30x28, 14x25 e 15x11) e celebrou sua segunda conquista da Supercopa. Foi também o segundo título da equipe na temporada 2020/2021, que já havia levantado o caneco do Super Vôlei na semana passada.

O JOGO: O técnico Javier Weber colocou em quadra a equipe inicial com Bruno Rezende, Lucão, Maurício Souza, João Rafael, Maurício Borges, Felipe Roque e Thales como líbero. Entraram ao longo da partida o ponteiro Vitor Yudi, o levantador Fabiano, o levantador Rapha e o oposto Gabriel Cândido.

O primeiro set começou equilibrado, com os times forçando o saque. A agressividade no serviço acabou gerando um número de erros elevados de ambos os lados. O Sada conseguiu impor melhor volume defensivo e abriu pequena vantagem. O EMS Taubaté Funvic não conseguiu repetir o bom jogo no sistema defesa/bloqueio, e sofreu com as bolas de ataque do Sada. Os taubateanos equilibraram a partida na segunda metade do set, melhorando a efetividade no saque e aproveitando as bolas de contra-ataque. Na reta final do set o Taubaté foi claramente prejudicado quando uma bola atacada pelo meio de rede foi boa, mas a arbitragem deu bola fora. O ponto empataria o set naquele momento. O Taubaté pediu o vídeo-check, mas por um mal posicionamento da câmera do sistema, não foi possível confirmar a bola boa. O Sada aproveitou para se manter à frente e encaminhar a vitória no set por 25 a 19, em 32 minutos.

O segundo set começou com o Taubaté melhorando sua efetividade no bloqueio e apresentando muito mais volume de jogo na defesa. A virada de bola taubateana também cresceu muito e o Sada Cruzeiro passou a errar mais. Do lado do EMS Taubaté Funvic, o ataque voltou a ter boa efetividade e a equipe se manteve à frente no placar. A defesa continuou fazendo a diferença e as bolas de ponta com o oposto Felipe Roque foram o destaque na reta final do set. O Taubaté fechou em 25 a 21, em 30 minutos, empatando o jogo.

O terceiro set teve um início equilibrado, com as duas equipes errando pouco. O EMS Taubaté Funvic passou a impor pressão no saque forçado, e complicou a recepção do Sada. O set seguiu equilibrado, com as duas equipes se alternando no placar. Nos momentos finais, o Taubaté cometeu mais erros e o Sada chegou a ter um set point. O Taubaté foi buscar a diferença uma ótima passagem do levantador Rapha no saque, e a equipe taubateana conseguiu empatar e virar. Os momentos decisivos do set seguiram ponto a ponto, num jogo tenso e de poucos erros. No final, o EMS Taubaté Funvic conseguiu fechar em 30 a 28, em 41 minutos, virando o jogo para 2 a 1.

O quarto set foi de superioridade do Sada Cruzeiro, que encaixou bem o saque, complicou a recepção taubateana e aproveitou bem as bolas de contra-ataque. O EMS Taubaté Funvic sofreu com a pressão e não conseguiu repetir o bom jogo defensivo dos sets anteriores, e acabou deixando o adversário abrir vantagem no placar. O Sada encaminhou a vitória tranquila no set por 25 a 14, em 25 minutos, empatando a partida.

O tie break começou em uma outra realidade, retornando ao equilíbrio dos sets anteriores. O Taubaté melhorou sua defesa e recepção, e aproveitou muito bem as bolas de ponta. O bloqueio voltou a fazer a diferença para o EMS Taubaté Funvic, principalmente com Maurício Souza, um dos melhores em quadra nesse fundamento. O saque voltou a entrar e o time taubateano conseguiu abrir boa vantagem para encaminhar a vitória. Pressionado, o Sada errou bastante nos momentos decisivos, e o bicampeonato do EMS Taubaté Funvic veio justamente em uma bola atacada para fora. Final de tie break, 15 a 11 para o Taubaté.

Fim de jogo e mais um título para a galeria da equipe do Vale do Paraíba. Foi o 13º troféu conquistado pelo clube, e levantado pelo capitão Rapha.

Ao final da partida, o central Maurício Souza celebrou o bicampeonato da Supercopa e elogiou a união e comprometimento de todo o elenco: “Hoje vimos mais um ótimo jogo entre nós e o Sada, sem dúvidas são duas equipes fenomenais, com atletas de seleção, e sempre será um jogo tenso e equilibrado. As derrotas nas finais do Paulista foram dolorosas para nós, mas serviram para que a gente se unisse ainda mais, e nos fortalecesse para dar mais um passo adiante. Temos muito a crescer ainda, temos que corrigir muita coisa no time, mas hoje estão todos de parabéns pela vitória e pela conquista. Voltamos para casa com a sensação de dever cumprido e muito felizes ´para a sequência da temporada.”, comentou.

Sobre a Funvic

A FUNVIC – Fundação Universitária Vida Cristã é uma fundação educacional privada sem fins lucrativos, com sede na cidade de Pindamonhangaba, no interior de São Paulo, no Brasil; localizada no principal eixo socioeconômico da América Latina, situada entre as duas maiores cidades do Brasil, São Paulo e Rio de Janeiro.

Brasão FUNVIC

BRASAO2

Graça e Conhecimento

Clube Unesco Funvic

unesco